A adoradora Joane Bentes, mais conhecida como Tia Jô, lança o CD Histórias Especiais pela gravadora CPAD Music. A  previsão é de que o lançamento ocorra ainda neste mês de abril, na AD em Curitiba (PR), onde congrega, sob liderança do  pastor Wagner Gaby e seu pastor local Ademir Pereira. A adoradora e conferencista internacional é ainda a Coordenadora  Nacional do Projeto de Evangelização Infantil “Eu Ganho Mais Um”, da CGADB.

Ela conta que este seu quinto CD gravado foi inspirado por Deus de uma forma especial para alcançar os pequeninos, através da Palavra cantada. “Noventa por cento deste trabalho foi composição minha, veio como uma revelação do Senhor mediante a tanta necessidade que as crianças têm vivido na sua formação cristã. O propósito é ensinar a bíblia cantando para elas, pois a música facilita e fixa o aprendizado. Assim, trabalhamos temas que julgo muito relevantes para esta geração, através de lições da própria Palavra de Deus. Daí veio o nome do CD: Histórias Especiais”, explica Joane Bentes.

Segundo ela, dentre as 10 faixas do álbum há temas como: heróis, combatendo a idolatria e apontando para Jesus; Salvação; Arrebatamento e uma com a temática bem atual - combate à ideologia de genro, que já lhe rendeu perseguição de alguns ativistas, bem como agradecimento de muitos pais. “A canção ‘Deus fez menino e menina’ é para ensinar contra a ideologia de gênero. Porque nós estamos vivendo dias onde esta ideologia contrária à Palavra está sendo incutida na mente das crianças por influências na escola, desenhos, filmes... E isso é muito preocupante. A igreja precisa se posicionar. E essa canção é uma maneira.Temos pagado um preço por causa dela. Alguns ativistas não gostaram da minha ousadia e já se levantaram duramente em suas críticas, mas não me importa. O que me importa é formar o caráter de Cristo nessas crianças e muitos pais vêm nos agradecer também. Temos o apoio dos nossos pastores, da nossa liderança e para a glória de Deus nossas crianças vão crescer sabendo que não nascemos apenas ‘seres’. Nascemos homens e mulheres. Deus nos fez assim e viu que era bom”, explica.

Com ritmo eclético e contagiante, as canções foram escritas e produzidas musicalmente para que pudessem ser encenadas 
pelas próprias crianças de uma forma lúdica e envolvente. Fato que se deve também à colaboração de alguns profissionais  envolvidos no projeto, a quem Joane agradece: “Não poderia deixar de mencionar a colaboração da minha irmã Joelsa Bentes, que foi uma grande parceira nesse trabalho; assim como a Tia Anita, que participou de uma forma muito especial; ao nosso maestro Ismael Veiga, um grande profi ssional que doou-se incondicionalmente para que esse CD fosse uma produção muito agradável para as crianças e ao meu esposo, Josué Fernandes, que acompanhou cada detalhe dessa produção”.

Filha de pastores missionários, Joane Bentes desde a tenra idade sentiu o chamado de Deus para levar o Evangelho aos 
pequeninos – ministério que desenvolve há mais de 20 anos com inúmeras viagens pelo Brasil e outros 25 países dos quatro continentes do mundo. Todos com impactantes testemunhos. Sob a premissa “O coração de uma criança é de quem chegar primeiro”, ela tem despertado a Igreja para o que o próprio Jesus ordenou: “Deixai vir a mim os pequeninos e não os impeçais”  (Lc 18.16).