GMC -    A imprensa dos anos 80 e 90 considerava o seu “Show Maravilha”, assim como as demais atrações infantis do gênero, um programa pouco educativo. Você concorda? Na época, você participava do processo de escolha do que entrava ou não no seu programa?
Sim eu concordo!
O intuito do programa era o entretenimento e diversão tanto o meu programa quanto os outros do gênero priorizavam um momento de distração para as crianças antes ou depois do horário de irem para a escola.
Eu sempre opinava nas atrações, desenhos e brincadeiras do programa eu fazia questão de participar e aprovar tudo que era apresentado.

GMC - Assim como outras apresentadoras infantis, como a Xuxa, Angélica e Eliana, você era considerada uma das “melhores amigas” das crianças. Como você lidava com essa responsabilidade tão grande?
Eu me comportava como uma amiga e levava a serio essa história, era engraçado no começo quando as crianças vinham falar comigo como se nos conhecêssemos há muito tempo, e muitas vezes eu nunca tinha estado pessoalmente com elas. Ai eu lembrava que elas me permitiam entrar em suas casas diariamente com o meu programa e era como se fossemos amigos e longa data, havia uma intimidade e uma cumplicidade muito grande. Eu respeito muito meus fãs e pessoas que cresceram comigo e acompanham minha carreira até hoje. Fico feliz em testemunhar que muitos de meus fãs se tornaram pessoas do bem e são hoje adultos bem sucedidos e vitoriosos.

GMC - Por se tratar de um trabalho com crianças, quais os cuidados que você tomava nessa época que apresentava programas infantis? 
Tudo era feito com muito cuidado, e não poderia ser diferente. Eu fazia questão de deixar mensagens de incentivo e passar alegria para o público. Isso era feito através das musicas e dos textos do programa onde eu ressaltava sempre a importância de viver em alto astral e com alegria, o que eu mais gostava era ver o publico feliz e levar essa força para eles.

GMC - O que significou na sua vida ser um dos ícones infantis do Brasil?
Significa até hoje uma grande vitória, imagina eu saindo da Bahia com 14 anos de idade e vindo morar em São Paulo e pouco tempo depois ser contratada por uma das maiores emissoras do país o SBT na época TVS. Era tudo muito novo e muito importante para mim, mas Deus me capacitou para cumprir essa missão. Acredito que na época por ser muito nova eu não tinha verdadeira noção do que isso representava. Hoje eu olho para trás e vejo todas as vitória que alcancei e isso me deixa muito feliz.

GMC - Com o seu amadurecimento de hoje, mudou algo na sua relação com as crianças?
Mudou claro! Hoje sou como uma irmã ou como uma mãe, na época dos programas infantis eu era uma criança, falava de igual para igual brincava e me divertia com elas.
Não existe coisa mais gostosa do que ser criança, por isso faço questão de manter o meu coração como o de uma criança.

GMC - Mesmo após se tornar uma cantora gospel, você continuou com projetos para as crianças. Por que esses trabalhos infantis te atraem tanto?
Nunca vou deixar de trabalhar para as crianças, em primeiro lugar por respeito e gratidão ao que eles me proporcionaram depois pelo fato de que as crianças necessitam de trabalhos voltados para elas. Faço questão de dedicar meu trabalho a elas como o meu recente lançamento o DVD e Cd Mara Maravilha para os pequeninos vol. 4 pela gravadora Louvor Eterno, é uma benção ver as crianças cantando e dançando sempre envolvidas com lindas mensagens.

GMC - Existem diversos trabalhos didáticos para as crianças, mas, dentro do segmento gospel, você foi pioneira neste sentido. Foi sua a idéia do projeto educativo “Mara Maravilha para os pequeninos”? Com qual objetivo ele foi criado?
Hoje existem várias cantoras no segmento gospel que também fazem esse tipo de trabalho, mas como foi citado na pergunta eu fui uma das primeiras. O objetivo sempre foi levar a palavra de Deus para os pequeninos de uma forma divertida. Criança gosta de cor, música, dança, brincadeiras e também adoram usar a imaginação e tudo isso podemos fazer usando as histórias e passagens da bíblia, é importante que as crianças aprendam com a palavra de Deus e meus DVDS ajudam muito nessa compreensão.

GMC - Esse seu projeto é focado em educação, mensagens bíblicas e diversão. É essa sua preocupação atual com os trabalhos infantis?
Não é de hoje que me preocupo, já na época do show Maravilha eu fazia questão de levar ao público mensagens de conscientização.
O objetivo é esse a “conscientização”, não exatamente “educação”.
Conscientizar os pequeninos em relação a questões como o meio ambiente como na musica "Salve a Amazônia", eles entendem e aprendem desde cedo e se tornam adultos conscientes, eu sou testemunha disso e por esse motivo dou importância a esse trabalho e admiro quem também segue com o mesmo pensamento.

GMC - Você se sente como uma espécie de educadora também? Qual o seu papel?
Não me sinto como educadora, mas procuro utilizar o espaço para levar algo positivo para o meu público e tenho conseguido isso através do meu trabalho, através de campanhas humanitárias e através de meu ministério que ajuda milhares de pessoas pelo Brasil.

Meus projetos sempre visam melhorar a vida das pessoas através da palavra da orientação e do entendimento. Hoje é um trabalho ministerial onde eu conto com a ajuda de outras pessoas também, como dizem a união faz a força.

GMC - Neste trabalho, você contou com a participação da dupla de palhaços Patati & Patatá. O que esses artistas agregaram Ao trabalho?
Foi um presente que eu quis trazer para as crianças, Os palhaços mais amados do Brasil.

Eles são meus colaboradores, aceitaram o convite imediatamente para participar comigo na música “Arca de Noé”, e as crianças adoram sabem cantar a musica todinha, e muitas delas me dizem que é a faixa que mais gostam do DVD. É sempre bom contar com pessoas que acreditam no mesmo ideal, agradeço à dupla Patati & Patatá por acreditarem no meu sonho e realizarem esse trabalho junto comigo foi lindo e muito divertido!

GMC - Você compôs todas as canções deste novo CD. Quais foram as suas inspirações? É difícil compor para as crianças?
Sim é uma responsabilidade compor para as crianças, a inspiração vem do que eu vivo e do amor que recebo delas. Existem algumas passagens bíblicas que acho super importantes e sinto que tenho que passar a mensagem para as crianças, quando leio já fico imaginando a musica o clipe os personagens, tudinho em minha cabeça. A inspiração vem de Deus e da minha vontade de transformar em música os ensinamentos que acho importantes para o público infantil.

GMC - A primeira música de trabalho do CD é dedicada a Amazônia. Por que a escolha desta música como carro chefe?
Na verdade a música "Salve a Amazônia" não é o carro chefe deste trabalho, mas foi escolhida para fazer parte do repertório pelo fato da conscientização. O ser humano aprende melhor, assimila melhor quando ainda criança, vejo como eles defendem a causa com fé e esperança, eles acreditam que existe salvação e se eles acreditam quem somos nós para desacreditar?

Eu tenho muito orgulho em ter dirigido e assinado este trabalho, agradeço a minha mãe Marileide Felix, que compôs várias canções junto comigo, agradeço também a minha equipe, especialmente o Rycardo Leonavicius, que fez a produção visual do DVD juntamente com a RL Assessoria que trabalha comigo há muito tempo e sabe o quanto é importante realizar este trabalho.

GMC - Qual a sua maneira de falar com essas crianças sobre Deus?
Através do meu trabalho através da musica, as vezes é preciso falar serio por que nem tudo é diversão, mas criança é um ser maravilhoso e compreende tudo com facilidade e amor. Para mim é uma alegria falar de Deus para elas.

GMC - Em sua opinião, é complicado entender essa geração atual de crianças tão ocupadas e conectadas de hoje? Quais as dificuldades em lidar com elas? E as facilidades?
Não vejo dificuldade, a única coisa que me preocupa é que temos que ter cuidado com as redes sociais e internet, mas a tecnologia esta ai para nos ajudar é só saber usar e dar o exemplo para os pequeninos de como usar para o bem. Essas ferramentas me ajudam muito a alcançar o meu publico infantil e também adulto, Quem quer fazer o bem faz e existem várias formas de fazer isso e a tecnologia é uma delas.

GMC - Existem novos projetos infantis para 2013? Quais são eles?
Sim existem vários projetos um deles é a tour para pequeninos onde levarei o show com repertório infantil, incluindo sucessos deste e de outros trabalhos. Como lancei recentemente o DVD para pequeninos vol. 4 e a bíblia com meus comentários, em 2013 meu ministério será a prioridade juntamente com a divulgação destes lançamentos. Com o novo show pretendo percorrer todas as capitais e igrejas já tenho feito isso e a resposta do público é surpreendente. E por isso agradeço o carinho de todos.

Muito Obrigada por me presentearem com esse amor durante todos estes anos de carreira!!!

Que Deus abençoe a cada um de vocês.

Beijocas da Mara Maravilha
RL Assessoria