O Ministério Aliança do Tabernáculo surgiu com um chamado muito especial na vida de seus integrantes, hoje 17 pessoas, confira a entrevista: GMC - Qual a importância da indicação ao Troféu Talento 2008 para o ministério? Nós vemos a indicação ao Troféu Talento na categoria Melhor Álbum Independente como o reconhecimento de um trabalho sério que desenvolvemos em prol da Obra de Deus. São vários anos transmitindo o Evangelho através de louvores e trabalhando para que a promessa do Senhor se cumpra, pois nós confiamos nesta promessa e aguardamos o tempo de colheita reservado ao nosso Ministério. Também acreditamos que esta indicação é o reflexo do profissionalismo com que encaramos a produção musical, pois o Troféu Talento, por sua seriedade, representa a coroação do êxito musical de artistas comprometidos com a evangelização e difusão da Palavra. GMC - Qual a opinião do Aliança do Tabernáculo com relação ao Troféu Talento? Acreditam que este prêmio fortalece a musica gospel no Brasil? Para nós, do Ministério de Louvor Aliança do Tabernáculo, a existência e consolidação desta premiação representam o reconhecimento pela busca da qualidade musical, tanto do ponto de vista da composição e das letras, quanto dos arranjos, do vocal e da produção em si. Vemos o Troféu Talento como o espaço onde os artistas que dedicaram suas carreiras e seus potenciais a um propósito maior são devidamente reconhecidos. O Troféu Talento representa um acolhimento do público, uma resposta da crítica e uma benção de Deus. E sendo assim, ele significa a união e o fortalecimento de todo o segmento musical que trabalha com o propósito comum de exaltar o nome do Senhor. Ao longo dos anos, o que pudemos ver foi o Troféu Talento fomentando a construção e a profissionalização do universo musical gospel nacional, elevando os patamares da música evangélica e ajudando a transformar hinos em verdadeiros instrumentos de transformação na vida de um número cada vez maior de pessoas. GMC -Vocês acham que a indicação ao prêmio de “Melhor álbum independente” abrirá portas no futuro para o ministério? Nós certamente acreditamos nisso. Primeiramente porque ser indicado como Melhor Álbum Independente, entre mais de 600 inscritos, já é uma grande vitória para um ministério que começou numa pequena cidade do Norte do Espírito Santo (Conceição da Barra), na Igreja Presbiteriana Renovada do Município. Para nós, participar do Troféu Talento com o álbum ‘O Chamado’ é uma porta que Deus abriu em nossas vidas. Daqui para frente, acreditamos que muitas outras portas se abrirão assim como novas parcerias e encontros com adoradores como nós. GMC - Fale sobre a parceria com Davi e Verônica Sacer no álbum “O Chamado”. Existem outras parcerias para o futuro? A participação de Davi e Verônica Sacer no cd ‘O Chamado’ aconteceu de forma bastante espontânea, por uma empatia natural entre os ministérios Aliança do Tabernáculo e Trazendo a Arca. Conhecemos o casal Sacer em São Paulo e, certamente movidos pela vontade superior, tivemos a ousadia de convidá-los a participar da gravação do nosso trabalho, que aconteceria em Vila Velha - ES. Eles estavam saindo para uma turnê no Japão e mantivemos contatos pela internet, mostrando duas letras para que escolhessem em qual gostariam de participar. Ainda no Japão, Davi fez sua opção pelo hino Tudo que sou. Ficamos felizes com a escolha, com a presença na gravação e com a grande amizade que nasceu a partir desta aproximação. Hoje, entendemos que a busca por uma musicalidade especial, bem preparada, capaz de alegrar ao coração do nosso Deus é o que nos aproxima. A idéia de buscar letras cada vez melhores, arranjos mais elaborados, vozes mais integradas, que resultem em um louvor digno e cada vez mais próximo do propósito de Deus, motiva os dois ministérios. Sentimo-nos soldados do exército do Senhor, e neste caminho estão outros cantores, outros compositores e produtores, com quem vamos encontrando e trocando. Formamos a teia de adoradores, que vivem por esta causa. Buscamos apoio e apoiamos nossos irmãos que também encontraram no louvor a motivação para suas vidas. GMC - Conte um pouco sobre o Ministério Aliança do Tabernáculo, de onde são, quantos componentes, ministram desde quando, planos e projetos.... O Ministério de Louvor Aliança do Tabernáculo é um projeto que nasceu no coração de Deus e mais do que nunca, somos um grupo responsável pelo resgate de muitas vidas para o Seu Reino. A líder, Kátia Gomes Rosa, começou a reunir os escolhidos há sete anos, quando entendeu o chamado de Deus em sua vida. “Muitos são chamados. Poucos são os que se dispõem a realizar a Obra de Deus”, ela afirma. O Ministério surgiu no seio da Igreja Presbiteriana Renovada de Conceição da Barra – uma pequena cidade litorânea no Norte do Espírito Santo. Kátia é a líder e o esteio deste grupo, formado também por Jonadabe, Sérgio Luiz, Silvana e Ariadne. ‘O Chamado’ é o CD mais recente, lançado em 2008, fazendo parte de uma coleção que ainda conta com o ‘Mover Sobrenatural’ (2006) e ‘Vem Espírito Santo’ (2003), além do DVD ‘Mover Sobrenatural’ e o trabalho mais alegre do grupo – que foi a formação do Ministério Infantil Aliança Kid’s, com a gravação do cd ‘Pequenos Adoradores’. Mas, o Aliança do Tabernáculo tem uma grande motivação para seu trabalho. Trata-se do projeto Vida Nova – um centro de reabilitação para dependentes químicos – mantido com o apoio do Ministério. Neste projeto, o grupo tanto busca recursos e apoio para custeá-lo quanto leva amparo espiritual para seus 50 internos, coordenados pelo evangelista Eunápio Viana. Entre os planos futuros, o maior e mais claro é perseverar na missão de transmitir a Palavra de Deus através de louvores, por todos os cantos do Brasil e do mundo. Ainda há muito o que gravar e o que transmitir, não vamos largar a guerra, enquanto o Senhor mantiver o chamado. março/2009