Confira a entrevista da cantora Lérida. A cantora que já foi destaque do Quadro de Calouros do Programa Raul Gil e Programa tarde Show, prepara seu novo projeto.
 
GMC:  Como começou sua história com a música?
Meus pais eram muito ativos na igreja. Meu pai era músico, trabalhava com jovens e minha mãe sempre cantava com seus irmãos e no coral de mulheres. Além disso, eles participavam de caravanas evangelísticas no Estado do Paraná e foi em uma dessas viagens que minha mãe percebeu que mesmo eu tendo apenas alguns meses de vida, a música me acalmava e me emocionava. Devido ao ambiente musical em que cresci, fui desenvolvendo meu dom ainda bem pequena. Comecei a cantar na igreja com apenas 3 anos de idade. Com 6 anos fazia apresentações em eventos cíveis na cidade onde interpretava o  Hino Nacional Brasileiro, fiz parte de coros de crianças, adolescentes, jovens, enfim minha vida sempre foi envolvida com a música.

GMC: Você participou por dois anos do Programa Raul Gil sendo avaliada a cada semana pelos jurados e recebendo inúmeros elogios. Como foi esta experiência para você?
Minhas participações no PRG foi um grande presente de Deus para a minha vida. A cada programa era uma nova experiência e que somaram na minha vida. Minha participação no programa me ajudou a valorizar ainda mais o dom que Deus me deu e o chamado que ele me confiou. Ouvir os elogios que recebi no programa só confirmaram que aquilo que Deus nos dá é sempre o melhor! Sou grata a Deus por ele ter me escolhido e me capacitado a cada dia.

GMC: Após suas participações no PRG, você também participou do Programa Tarde Show, que era um programa de talentos gospel. Você chegou entre os cinco finalistas, mas não ganhou o programa. Como você se sentiu, já que para quem acompanhou o programa, acreditavam que você seria a vencedora, até pela experiência anterior no PRG?
Participar do Tarde Show também foi maravilhoso pois além de ser um ambiente o qual estou acostumada, também fiz muitos amigos ali e recebi muito carinho dos jurados e de pessoas que já conheciam meu trabalho através das minhas gravações anteriores e do PRG.

Era um programa de competição e todos os candidatos eram muito bons, inclusive muitos não conseguiram chegar à final. Acredito que mais do que ganhar um programa ou uma competição, é você dar o melhor de si e nunca desistir dos seus sonhos e projetos. Ás vezes somos vencedores em alguma coisa, mas paramos por ali, e não damos continuidade. Outras vezes não alcançamos o pódio naquele momento, mas damos continuidade no que acreditamos e fazemos com amor. O fato de ter ficado entre os cinco finalistas, já me deixou muito honrada, pois eram inúmeros candidatos e só cinco foram para a final, e eu estava entre eles, além disso o programa também foi uma vitrine. Muitas pessoas que já conheciam meu trabalho acompanharam e outras que não conheciam passaram a conhecer.

GMC: Você tem três trabalhos gravados e ficou um grande período sem lançar um novo álbum. Como está sendo a expectativa para este novo trabalho?
Sim, gravei meu primeiro disco com 09 anos. O segundo com 14 e o terceiro com 18.

Deus tem seus planos e nem sempre entendemos o trabalhar dele. Mas ele permitiu que eu ficasse por 16 anos sem lançar um novo trabalho e eu permaneci aguardando nele, pois sabia que na hora certa ele ia tocar no meu coração que era a hora de preparar um novo trabalho. Durante estes anos, eu permaneci ministrando em vários lugares, participei de alguns programas como o PRG e o Tarde Show, cursei a faculdade, e de repente o desejo de um novo trabalho começou a amadurecer em mim. Oramos, entregamos nas mãos de Deus e agora realizamos mais este projeto para a Glória de Deus. A expectativa é grande, pois aguardei muito este momento, mas tudo está nas mãos de Deus e ele vai guiando cada momento deste novo tempo.

GMC: Você  compõe? Que estilo musical que melhor define este trabalho?                         
Sim. Deus tem me dado algumas composições também. Inclusive neste novo projeto, tive o privilégio de gravar duas de minhas composições em parceria com meus pais.

Em relação a estilo musical, eu sou bem eclética, gosto de todos os estilos, mas este trabalho define-se em um estilo pop pentecostal.                                                                                                                                                                                                                            
GMC: Quais as novidades que pode nos contar sobre este novo projeto seu CD "Para Sempre Adorado"?
Bem, este trabalho é muito importante para mim, pois além de ser o quarto trabalho depois de 16 anos sem gravar, também marca meus 32 anos de ministério. Como já citei acima, meu ministério iniciou quando eu tinha apenas três anos de idade e posso dizer que vivi muitas experiências grandiosas que me fizeram amadurecer tanto profissionalmente como espiritualmente e hoje posso passar isso através de cada detalhe deste trabalho.

O cd está muito bonito. São 08 canções de vários amigos compositores, 2 minhas em parceria com meu pai e minha mãe e uma especial da Harpa Cristã, composta pelo Pastor Paulo Leivas Macalão (in Memorian) em homenagem ao livro mais importante que existe, que é a Santa Bíblia. Além disso, pude contar com o profissionalismo do amigo e Maestro Fábio Mariano que fez a parte de produção musical, além da participação de uma equipe de músicos sensacionais que abrilhantaram este projeto.

GMC: Quem são suas inspirações na área da música?
Bem, minhas primeiras inspirações na música, eram as cantoras infantis dos anos 80: Vaninha, Sandrinha, Silvana Romão, entre muitas outras. Com o tempo, conheci outras vozes que me encantaram, como a da cantora Elizieth, Cristina Mel, Sandi Patty, Cece Winans entre outras muitas.

GMC: Além de cantar, você também toca algum instrumento?
Sim, eu fiz 5 anos de Piano clássico ainda quando criança e fiz violino também. Toquei teclado por muitos anos no grupo de louvor da igreja e violino na orquestra.

GMC: Você também é psicóloga. Como você concilia o seu ministério de louvor com a Psicologia?
Quando comecei a cursar a faculdade, não entendi o propósito de Deus para a minha vida neste sentido. Um determinado dia, a Suzete (Fat Family) foi ministrar na minha igreja e ao final do culto Deus a usou para falar comigo sobre o curso que eu estava fazendo e qual o propósito que ele tinha entre meu ministério e minha formação. Á partir daquele momento entendi que Deus tinha algo maior do que eu tinha imaginado para meu ministério.

Hoje, além de ministrar o louvor, Deus tem me levado a ministrar na vida de muitas mulheres e a usar a minha formação para ajuda-las.

GMC: O que você gosta de ouvir nas horas vagas e que dicas de CDs você poderia dar para os leitores do Gospel Music Café?
Gosto de ouvir muita coisa, desde pregações e ministrações, até bons cds e dvds de música.

Sou bastante curiosa, então sempre estou pesquisando cantores não muito conhecidos da mídia gospel e encontro muita coisa boa. Tem muita gente de grande talento pelo Brasil a fora. Vale a pena conhecermos.

Esta é a minha dica: Ouviu um nome de cantor ainda não conhecido? Pesquise e ouça. A gente se surpreende!!

GMC: Deixe um recado para os usuários do portal Gospel Music Café
Deixo a cada um de vocês do Gospel Music Café o meu carinho. Que Deus venha abençoar a vida da equipe que faz este trabalho de forma excelente e a todos os usuários e leitores que acompanham o site, que vocês possam ser edificados através de cada noticia, entrevista, e claro, que vocês conheçam e gostem do meu novo trabalho!!

Um beijo no coração de cada um!

Em Cristo!
Lérida

contato@lerida.com.br
11-3869-2773 / 9-9327-8027 com Ana Cláudia