GMC -Para você, como diretora de marketing da gravadora Louvor Eterno, qual é a o espaço da musica gospel no mercado?
Hoje a música gospel alcançou um espaço de muito prestígio. Somos respeitados, admirados e tratados como iguais, algo que demorou um bom tempo pra conseguirmos. Durante anos a música gospel foi vista como brega e de má qualidade. Hoje isso mudou.

GMC -Você acredita que essa melhora da imagem da música gospel, se deve a que?
Com certeza da profissionalização do meio. Hoje as gravadoras/artistas investem em profissionalismo, os cantores estudam mais, cuidam da voz, contratam profissionais experientes para trabalharem em seus projetos, contratam bons maestros, músicos, compositores, preocupam-se com a parte visual do produto, que antigamente era deixada de lado. Hoje vários artistas tem publicitários, assessores de imprensa, agenciadores de eventos e outros profissionais trabalhando exclusivamente para eles, cuidando de sua imagem e auxiliando para um progresso constante.
Vejo que a cada dia o mercado se torna mais seletivo e exigente, já não aceitando "qualquer coisa" e devido a tudo isso estamos conseguindo alcançar um lugar de destaque no mercado musical.

GMC- Como você vê a ida e cantores seculares para o segmento gospel? Em sua opinião isso pode contribuir para o crescimento da música gospel e para o crescimento da pregação do evangelho?
Creio que tudo contribui para o Reino de Deus. Nossa missão aqui na terra é ganhar almas, propagar o amor de Deus e sua palavra. Na minha visão o destaque que o Gospel tem hoje nos meios de comunicação é válido para atingirmos esse objetivo. Através dessa exposição milhares de vidas estão sendo atingidas. Da mesma forma, creio que a vinda de inúmeros artistas do secular para o gospel deve-se também ao fato do Gospel estar se tornando conhecido e dessa forma a palavra de Deus. Com a conversão desses artistas é natural que eles comecem a dedicar seu talento a Deus, através da música gospel. Desde que a conversão seja verdadeira eu apoio com certeza.

GMC - Além de diretora de marketing do Grupo Louvor Eterno, composto por Gravadora, Rádio FM, Estúdio de Gravação e uma Loja, você também dirige seu próprio escritório de Design Gráfico, como é conciliar tudo isso?
Graças a Deus dou conta. Só Ele mesmo pra fazer as horas do meu dia render rs. Confesso que é bem corrido, mas até hoje tenho conseguido. Já estou à frente do Grupo Louvor Eterno há 9 anos e gosto muito de trabalhar no Grupo, mas minha paixão e até mesmo hobby é o design gráfico imprenso. Sou especializada em projetos gráficos para CD e DVD. Tenho meu próprio escritório de design, também uma empresa de assessoria/representação fonográfica e ainda o Estúdio Louvor Eterno, sob direção do meu marido Josley Rutkoski. Hoje conseguimos atender os cantores e gravadoras em todas as etapas da produção de um CD e DVD, entregando o produto 100% finalizado.

GMC- Quando surgiu o interesse pelo design?
Em 2005 comecei a cursar a faculdade de Publicidade e Propaganda, desde o início amei o curso, mas ainda me sentia perdida sobre que rumo tomar, se realmente gostaria da rotina "maluca" de uma agência de publicidade. Já nos primeiros meses de curso tivemos um projeto na aula de criação, que era desenvolver todo material gráfico para um CD. Desenvolvi um projeto para um CD da minha mãe, Mara Lima, de brincadeira e foi ai que algo dentro de mim me disse que era isso que eu queria fazer. Decidi naquele dia que terminaria a faculdade, mas que trabalharia como designer gráfico.

GMC- Você acredita que por ter cursado publicidade ao invés de outro curso semelhante foi válido para sua carreira hoje?
Com certeza, não me arrependo nunca dessa escolha. Tenho alma de publicitária, amo essa profissão. Acredito que hoje tenho um know how muito maior do que se tivesse cursado somente design ou marketing. Na publicidade conseguimos ter uma visão muito abrangente para criação de um conceito de capa.

GMC- Quais os principais trabalhos relacionados ao design desenvolvidos por você?
Durante todos esses anos de trabalho já desenvolvi muitos projetos gráficos de CD e DVD, muitos mesmo, graças a Deus, mas algumas que me orgulho muito do resultado final são: Mara Lima  “Vou Tocar o Céu" - Mara Lima "Presença de Deus" - Suellen Lima "Impacto", mas como disse, tem muitas capas que gosto.

GMC -A que você deve o resultado tão bom de projetos como os citados acima? Existe algum critério para que uma capa fique melhor ou pior?
Com toda certeza. O modo como um projeto é desenvolvido é fundamental para o resultado final do projeto. As capas de sucesso, tanto minhas como de outros colegas de profissão, com certeza tiveram um bom planejamento antes. Precisamos criar um conceito de capa e trabalhamos em cima disso, buscando figurino apropriado para esse tema/conceito, buscar o melhor fotografo dentro desse objetivo, a locação ideal e por último o tratamento das imagens e criação da arte. O ideal é fazermos como descrevi acima, dessa forma com certeza o resultado será atingido.
Quando invertemos o processo e partimos para a criação direto, sem planejamento podemos sim conseguir bons resultados, mas corremos riscos. E o que sempre recomendo as pessoas que me procuram, escolham bons profissionais.

GMC- Quais outros artistas renomados para quem você já desenvolveu capas de CD ou DVD?
Além da Mara Lima, Suellen Lima já citadas acima, já criei várias capas para Damares, Dedé Santana Jr., Mattos Nascimento, Wagner Roberto, Antônia Gomes, Eliane Fernandes, Rick & Renan, Keila Miranda, Jair Pires, Dalvinha, Banda Opus Dei e muitos outros. Atendo todos os cantores da Louvor Eterno e também vários outros independentes, que não são menos importantes pra mim. Todos são iguais e merecem a mesma dedicação.

GMC- Onde você busca as referencias para o desenvolvimento?
Em tudo. O processo criativo é super abrangente, conseguimos inspiração na TV, música, cinema, livros, internet, fotos, ambientes, viagens, etc. Tudo pode gerar idéias.

GMC- Como você define seu trabalho?
Sou muito exigente, por isso não consigo atender muitos clientes de uma vez. Tenho pessoas que me ajudam no escritório, mas gosto de acompanhar cada criação, tratar todas as fotos pessoalmente e desenvolver todos os conceitos criativos, por isso não consigo atender muitas trabalhos de uma só vez. Mas acho que é esse meu diferencial. Sou muito cuidadosa, perfeccionista e dura comigo mesma em meus trabalhos. Preciso terminar uma arte e gostar mesmo, se ficar meia boca, começo tudo de novo.

GMC- Como filha da cantora Mara Lima, que é Referência no segmento gospel, você acha que aumenta a responsabilidade ao desenvolver seu trabalho?
Creio que sim. Quem é filho de artista sabe quanta pressão recebemos todos os dias. A expectativa das pessoas é muito grande quanto ao que "vamos ser" ou fazer. Na minha profissão a cobrança e expectativa é a mesma, a única diferença é que meu dom artístico é criar e não cantar. Mas não vejo essa responsabilidade como algo ruim, isso faz com que eu melhore meu trabalho a cada dia. Durante esses nove anos de profissão evolui muito, aprendi muito e pretendo melhor ainda mais conforme o tempo passar. Faz parte da profissão.

GMC- Fale um pouco sobre o apoio da família em relação ao seu trabalho.
Minha família sempre me apoiou na escolha dessa profissão, ao contrário do que muitos pensam, nunca fui cobrada para ser cantora. Creio que minha escolha de atuação agregou ainda mais para nossa família e nossas empresas, pois como publicitária consigo auxiliar muito mais no crescimento do Grupo Louvor Eterno e também da carreira da minha mãe.

GMC- E sobre os futuros projetos.
Estou estudando jornalismo, publicidade apenas não me basta (risos), gosto de aprender sempre mais. Pretendo no meio do ano fazer alguns cursos extras na área de design. Estou constantemente buscando mais conhecimentos e adquirindo equipamentos novos. Este ano estaremos lançando ainda uma nova empresa minha e do meu marido, Josley: uma produtora de vídeo, para produção de DVDs e Vídeo Clipes. E quanto aos trabalhos em design estamos fechando algumas parcerias abençoadas e estarei desenvolvendo o material visual de alguns outros artistas super conhecidos na múnica brasileira secular e gospel.


RL ASSESSORIA DE IMPRENSA