Home

 
 

     Release | Agenda | Cifras | Album | Fotos | Letras | Músicas | Vídeo | Noticias | Contatos


A visão foi estabelecida através do chamado que o líder do ministério sentiu em seu coração sobre ser jarro e ser barro. De pois de muitas orações (de madrugada), confirmações de Deus através de irmãos (missionarios e pastores do nosso ministério) e concientização do nosso Pastor Presidente (Laércio Ferreira da Silva), o ministério foi convocado por Lucas para dar inicio ao chamado.

O versículo base foi direcionado por Deus em II Coríntios 4.7 "Temos, porém, este tesouro em "vasos" de barro, para que a excelência do poder, seja de Deus e não de nós". Ser jarro significar ser um intrumento para servir. Qual é a função do Jarro a não a de servir? E não é de qualquer maneira que o jarro pode realizar a tarefa de servir alguém. Ele precisa encurvar-se para que possa ser derramado aquilo que está dentro dele. Antigamente os jarros eram recipientes que eram usados para colocar água, azeite e até mesmo pedras precisos eram escondidas dentro deles. Entendemos que precisamos ser assim. Jesus disse que veio para servir e não ser servido. Queremos servir ao Senhor e também a nosso irmãos. Acreditamos ter escondido um tesouro dentro de nós. Este tesouro precisa ser encontrado por muitos povos.

Somos barro! Barro pois reconhecemos que não somos nada e que precisamos de Deus para tudo. A glória não pode ser do homem. Somos apenas instrumentos. Deus o grande Oleiro. Entendemos através da nossa canção principal "Jarros de barro" que quando Deus chama seu povo para o ministério, muitos até dizem, sim Senhor. Mas com o passar do tempo as coisas começam a mudar. Muitos esquecem que são apenas o barro por causa das obras e acabam deixando Deus de lado. Hoje encontramos esta situação em nossa sociedade. Quantas pessoas dizem amar a Deus, ser homens e mulheres de Deus, mas estão enganando a muitos dizendo, "a minha igreja é a certa. Venha para minha igreja e você vai ver o milagre". O maior interesse de Deus é a salvação de todos os homens. Precisamos entender que amar a Deus significa morte. Precisamos morrer para nós mesmo, para nossos pecados, para nossa natureza humana. O mais importante não é sermos abençoados nessa terra e sim ajuntar tesouros no céu, onde a traça e a ferrugem não podem consumir nem o ladrão roubar, disse Jesus.

Nosso clamor é que a igreja no Brasil possa voltar a reconhecer que quem faz milagres, quem concede benção, quem nos ama é somente Jesus e não homens.

Amados sejamos este jarro de barro, que não tem interresse na glória, mas que ama ao Senhor e que sabe que Cristo nos ama. Estejamos disposto a fazer sua vontade. Negar-se a si mesmo, abandonar nosso pecados, converter e anunciar que Ele nos ama.

Declare a Ele, "Sou como um jarro de barro em tuas mãos, pra que me uses como tu quiseres e para que a excelência e o poder sejam de Deus